Fidelização de clientes – É possível usar a internet para vender ao público da 3º idade?

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Vender produtos e serviços com a ajuda da internet tem sido umas das estratégias principais de empresas e marcas. Quem ainda não atua de forma eficiente, tem procurado maneiras de adaptar o marketing da sua empresa ao digital.

Se você tem um público alvo jovem, de uma geração que nasceu conectada, o desafio é grande, mas o objetivo torna-se mais fácil de ser atingido. No entanto, para modelos de negócios que focam na terceira idade, a questão é outra.

Temos a tendência a achar que esse público não consome nada na internet e nem no celular.

É justamente nesse ponto que muitas empresas do segmento acabam perdendo a oportunidade de fidelizar clientes e usar a internet para vender para esse público.

Tudo, absolutamente tudo, caminha em direção ao digital. Logo, por mais que você ache que seu modelo de negócio não se encaixe bem, não fazer, ao menos, uma tentativa é deixar de aproveitar um espaço importante do mercado.

O blog do Mestre do Adwords quer sempre te colocar um passo à frente, então preparamos um conteúdo com um assunto que será importante para você.

Será que é possível trabalhar fidelização de clientes da 3º idade usando a internet?

Venha descobrir.

Fidelização de clientes

Investir em digital para 3º idade vale a pena?

Acreditamos que todo o investimento em digital valha a pena. Sabemos que você pode pensar:

  • “Mas esse público não consome nada na internet! ”.

Bem, é nesse momento que você se engana e começa a deixar passar uma grande oportunidade. Muitas marcas que têm como foco a 3º idade, tem esse mesmo pensamento. Com isso, você pode fazer diferente.

Primeiramente, hoje a terceira idade está muito mais ativa e conectada. Estamos falando de pessoas que se redescobriram, continuam trabalhando, utilizam as redes sociais, têm smartphones e sabem que passar dos 50 anos não é um problema.

São poucas as pessoas, por exemplo, que não utilizam o WhatsApp. Mesmo as que estão na melhora idade, fazem uso do aplicativo de troca de mensagens, afinal ele é algo muito útil.

Vamos supor então que uma parcela desse público, realmente, não domine as ferramentas de acesso à internet, não utilizam celulares e não saibam mexer em computador.

  • Concorda que eles têm parentes, netos e filhos que, muito provavelmente, utilizam essa rede?

Então, se você focar em oferecer produtos e serviços para pessoas próximas a eles, essa publicidade indireta começará a resvalar neles. O importante é que de alguma forma, você utilize esses meios para atingir quem precisa.

Sabendo que vale a pena, é a hora de identificar se há alguma diferença entre campanhas de marketing para um público mais jovem e eles.

Venha entender mais do assunto!

Dicas para ações de internet para a melhor idade

Fidelização de clientes ..

O foco principal sempre deve ser posicionar a sua marca de modo que ela consiga transmitir a qualidade de seus produtos e serviços. Logo, posicione-se como uma autoridade no assunto. E claro, dê informação de qualidade.

Para te ajudar, separamos algumas dicas excelentes!

1º Dica – Nada de abordar a “velhice”

Um dos maiores erros que você pode cometer é tentar puxar a questão da terceira idade com ideias engraças de velhice ou piadas sobre o assunto. Nosso conselho é que você nem toque nesse tipo de tema.

Trate seu público da 3º idade como qualquer outro. Claro que você terá que usar elementos que o identifiquem, dos quais eles possam se visualizar, mas muito cuidado com a realidade que deseja passar. Senão, tudo o que está fazendo, pode se transformar em algo desastroso.

2º Dica – O público certo

Essa parece uma dica usual e, na verdade, é. A questão aqui é que quando o assunto é terceira idade, os objetivos de cada público são muito diferentes. Você deve saber que vão existir idosos que são dependentes de seus parentes, aqueles que levam uma vida mais light e aqueles que querem aproveitar o período para fazer o que não fizeram na juventude.

Então, o primeiro passo para acertar em suas ações é identificar com qual público você está falando. Isso estará ligado diretamente ao perfil de seu cliente.

Por exemplo, vender pacotes de viagem para a 3º idade deve ter uma abordagem bem diferente do que vender um novo tipo de medicamento. Será necessário identificar essas nuances.

Fidelização de clientes ,

3º Dica – Defina as expectativas

A faixa etária nessa idade define muito as expectativas e a forma de pensar de cada pessoa. Isso já acontece em outros grupos, mas nesse em especial, a abordagem costuma ser muito diferente.

50, 60, 70 anos e assim por diante, acaba tendo objetivos e necessidades muito diferentes. Dependendo do seu modelo de negócio e o tipo de produto que deseja vender, a forma de apresentar-se a que ser bem diferente.

4º Dica – Uma equipe de atendimento será fundamental

Aqui está um ponto chave quando falamos de fidelização de clientes da 3º idade: a capacidade da equipe de atendimento.

Por mais que eles sejam bem engajados e entendidos do uso da internet, eles vieram de uma geração que gosta de perguntar, tirar dúvidas e normalmente, “falar com alguém”. Se você decidiu que vai se dedicar a ajudar esse público, tenha à postos uma equipe de atendimento preparada para atender as necessidades.

Normalmente, eles preferem ligar do que conversar via internet, mas isso não é uma regra. Então, deixe que eles escolham a melhor forma de se comunicar com você!

Esperamos que essas dicas possam te ajudar!

Qualquer dúvida ou comentário sobre o assunto, mande para nós!

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

PARTICIPE DA PRÓXIMA TURMA DO CURSO MAIS COMPLETO SOBRE GOOGLE ADWORDS

Treinamento estratégico de tráfego e conversão

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Conteúdo Exclusivo
do Instagram