Facebook Anuncia Novo Feed que Pode Impactar Alcance

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mais uma atualização do Facebook tem dado o que falar no mercado digital. Isso porque, segundo os relatos e medições especializadas, a mudança impactou no alcance das publicações e páginas.

Se você trabalha no setor ou investe na rede social como parte de suas estratégias de marketing digital, sem dúvidas, esse assunto irá lhe interessar.

Afinal, o novo feed “anunciado” por Mark Zuckerberg promete mudanças bastante visíveis, o que não tem agradado muita gente.

Vem com o Mestre do Adwords e entenda melhor o que está por vir. Antecipe-se e fique preparado, minimizando os possíveis impactos.

Facebook Cria Novo Feed Que Promete Dividir Tipos de Publicações

Facebook Anuncia Novo Feed que Pode Impactar Alcance

Muita gente ficou surpresa com a mais recente novidade do Facebook. O anúncio não foi exatamente padrão, onde são apresentados os testes da atualização.

Na verdade, ele foi descoberto por usuários, devido aos testes feitos em determinados países. Tudo iniciou na última quinta-feira, dia 19 de outubro.

Os responsáveis pelo projeto confirmaram os testes, embora não admitiram que esse seja uma aplicação de intenção global.

Segundo eles, o novo feed promete dividir os tipos de publicações. Na verdade, a previsão é que haja uma timeline para os posts orgânicos, de amigos e usuários adicionados ao perfil, além de publicações patrocinadas, e outro exclusivo para posts de páginas, considerados como entretenimento.

É isso mesmo que você leu!

A rede social já está testando o modelo em países como Bolívia, Eslováquia, Sérvia e outros.

Seguindo a novidade, os usuários agora terão que acessar os conteúdos das páginas em um feed separado, eliminando a chance de clicarem “sem querer” no link para o material ou abrir a foto equivocadamente, por exemplo.

É claro que essa mudança impactou fortemente o alcance das páginas, gerando reclamações e muita polêmica à cerca do assunto.  Embora o feed secundário para publicações de páginas não tenha sido liberado, ainda, em todo o mundo.

Ao que tudo indica, essa é mais uma da série de medidas que o Facebook vem promovendo para combater conteúdos “caça-cliques”. Parte do projeto “News Feed FYI”.

O Impacto do News Feed do Facebook no Alcance das Páginas

Facebook Privacy

Logo após o lançamento da novidade em alguns países em que o News Feed está sendo testado, muitos produtores de conteúdo relataram uma enorme queda no alcance de suas páginas.

O The Guardian recebeu informações diretamente de um jornalista da Eslováquia, país onde está sendo testado o novo modelo.

Filip Struhárik contou que o alcance orgânico de diversas páginas na rede social foram ao chão rapidamente. Chegando a perda de cerca de 2/3, apenas, em um único dia, da quinta para sexta.

A estimativa foi comprovada e exposta posteriormente pelo CrowdTangle, que fez a medição de sua própria página na rede social de Mark Zuckerberg, e apurou com outras bastante famosas esse dado, que mais uma vez foi confirmado.

O grande temor por parte dos profissionais que utilizam o Facebook em suas estratégias de marketing de conteúdo é que essa mudança pode inviabilizar os investimentos na plataforma, já que o retorno seria baixo demais. Uma vez que a visibilidade diminuiu drasticamente logo nos primeiros testes.

O posicionamento do Facebook Diante da Polêmica que Diminui o Alcance

Facebook Anuncia Novo Feed que Pode Impactar Alcance,

No primeiro momento, um profissional ligado à rede social informou ao Engadget oficialmente que os testes do News Feed estavam sendo realizados verdadeiramente.

No entanto, a ação só estava sendo promovida, por enquanto, em poucos países. Sem previsão de ser apresentado em outros locais pelo mundo.

Perguntado sobre a razão pelo qual a novidade estava sendo testada, a resposta foi de que o objetivo é melhorar a experiência do usuário que tem demonstrado interesse em ver conteúdos mais diretos, principalmente, de seus amigos adicionados em seu perfil na rede social.

Ficou constatado que haveria dois Feeds mesmo, um é o que já conhecemos, embora a partir da atualização, ele só agregue conteúdos orgânicos feitos por usuários/amigos e familiares, e o outro seria chamado de Explorar. Nele, seria veiculado conteúdos de páginas.

Como nos países que já receberam a atualização, entre eles Bolívia, Camboja, Sérvia e outros, as páginas foram impactadas por efeitos negativos, de modo geral.

Fazendo com que os conteúdos compartilhados por elas tivessem muito menos visibilidade do que de costume, a recepção quanto ao News Feed foi bem contrária ao esperado.

A polêmica foi bastante grande, obrigando que o Facebook se explicasse melhor.

Então, segundo comunicado oficial, os responsáveis pela rede social garantiram que a expansão da novidade não é algo presente em seus planos recentes.

A ideia é, apenas, promover um teste que pudesse trazer respostas sobre como atender uma necessidade do usuário da plataforma. Que deseja ver mais conteúdos de pessoas que conhecem e se relacionam através da rede, ao invés de materiais oferecidos por páginas de notícias e entretenimento.

Contrariando o que muitos pensavam sobre essa ser mais uma medida do Facebook contra os conteúdos “caça-cliques”, eles informaram que esse movimento faz parte da tentativa de trazer um feed melhor, com base no que podem ouvir da comunidade da plataforma.

A divisão do feed, segundo comunicado oficial, prioriza a criação de uma timeline mais pessoal para cada usuário, veiculando apenas posts de seus amigos e familiares. Sem intenção de diminuir diretamente o alcance das páginas.

Além disso, um segundo objetivo foi revelado. O de entender a preferência dos usuários do Facebook na hora de acessar seu feed.

  • Afinal, dividir posts pessoais dos públicos é realmente mais proveitoso para a experiência na rede social?

São respostas para essa pergunta que os responsáveis pela mudança esperam receber.

Aí sim, a partir delas, a atualização pode ser expandida ou uma nova poderá ser realizada, segundo comunicado.

De maneira geral, o que o Facebook quis dizer é que a implementação dos dois feeds no mundo todo depende totalmente do usuário.

Obviamente, se a preferência pelos feeds separados se concretizar, os responsáveis pela rede social devem trabalhar para encontrar uma forma de minimizar o problema apresentado nos primeiros testes.

O que nos resta, é ficar de olhos bem abertos!

E você, o que achou da novidade?

Por hoje é só!

Até logo.

Forte Abraço.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

PARTICIPE DA PRÓXIMA TURMA DO CURSO MAIS COMPLETO SOBRE GOOGLE ADWORDS

Treinamento estratégico de tráfego e conversão

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Conteúdo Exclusivo
do Instagram

  • Erro fatal que impede seu crescimento.
  • Aviso: vendedor sem essa característica está fadado ao fracasso!
  • Seus projetos vão voar!
  • A crença que mantém muitas pessoas pobres.
  • Muitos tomam prejuízo, cometendo esse erro.
  • Então seja extraordinário...