7 dicas do que NÃO FAZER em um Ecommerce

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O tema escolhido para ser abordado nesse artigo, de primeiro momento pode lhe causar certa confusão mental. Isso porque, toda vez que se procura dicas para serem aplicadas em um setor, ações positivas são exaltadas. No entanto, com esse conteúdo eu quero te ajudar a identificar possíveis erros que você está cometendo para que você consiga mudar de atitude e melhorar suas vendas.

Muitos chegam até mim e questionam: “Tiago, o que preciso fazer para abrir um E-commerce?” Para responder essa questão, gravei um vídeo bem interessante e bem rápido de ser assistido, assim você pode continuar e leitura desse material sem grandes problemas.

Aproveite e assista com atenção!

 

 

Rapidinho o material, não é mesmo? Então, gravei justamente para responder a essa questão de uma forma prática e fácil de ser entendida, porém tenho outros materiais bem completos sobre o tema, assim você conseguirá se aprofundar ainda mais no assunto. São eles:

Esses são apenas alguns conteúdos que já disponibilizei nesse canal e que fazem um complemento do que irei passar aqui. No entanto, toda vez que escolho um título sempre está relacionado com vendas, ferramentas Google, estratégias e assuntos da área, então acompanhar esse canal seria muito vantajoso para seu aprendizado.

 

7 dicas do que NÂO FAZER em um Ecommerce

 

O que vou te passar aqui são experiências pessoais, ou seja, eu mesmo já cometi esses erros, logo quero evitar que você cometa-os também, entende? Gosto muito de uma frase que diz: “Os inteligentes aprendem com seus próprios erros. Os sábios aprendem com os erros dos outros!” Vamos lá?

 Para começar, quero falar das vantagens de se ter um E-commerce. Creio que essa reflexão irá te ajudar a enxergar o mundo do marketing digital com outros olhos.

 

Vantagens de um E-commerce

Com o uso da internet, cada vez mais acessível e interessante a todos, as formas de fazer negócio e vender precisou se adaptar a esse novo cenário. Isso porque, não se fazer presente nessa grande rede faz com que você perca em diversos aspectos.

A questão que levanto nesse tópico é a seguinte: Você sabe os motivos que fizeram o uso da internet se tornar primordial aos seus negócios? Pare por alguns instantes, reflita e me responda.

Conseguiu encontrar a resposta? Se você não sabe definir esses aspectos, não tem problema, estou aqui para isso!

A internet é importante para a saúde dos negócios por que:

  1. Fortalece a Sua Marca: Conseguir fazer-se presente em diversos locais ao mesmo tempo, podendo ser apresentado diariamente a um novo grupo de pessoas que possam vir a ter interesse em adquirir seus produtos é algo que pode ser bastante interessante, não é mesmo? A internet te dá todas as possibilidades de fazer isso através de seu E-commerce, anúncios, buscas orgânicas e diversas outras maneiras;

 

7 dicas do que NÂO FAZER em um Ecommerce.

 

  1. O torna competitivo: Usar as mesmas armas que seus concorrentes usam para lutar é se colocar no mesmo patamar que eles. Se outras lojas de seu nicho se fazem presentes na rede e você não, certamente elas estão ficando com uma parcela de clientes que seriam seus, concorda? Vai continuar perdendo para a concorrência?
  1. Atrai mais clientes: A rede já virou o espaço de todos, desde crianças até idosos, sendo assim quem se interessar por seus produtos e serviços, irá procurar mais informações sobre você. Além disso, as indicações através da rede de amigos faz com que você esteja conquistando e atraindo cliente de forma constante.
  1. Diminui custos: Se você tem uma loja física sabe bem qual o custo mensal que tem com ela, não é mesmo? É o aluguel, salário de funcionários, horas extras, comissões, contas, impostos e mais uma lista extensa de itens. Posso lhe garantir que com um E-commerce, esse valor é reduzido, no mínimo, em 50%. Interessante, não?´

Acredito que, agora, tenha ficado claro quais são os benefícios e as vantagens que você terá ao optar por ter um E-commerce. Claro que os quatro pontos que destaquei são apenas alguns, dos vários que poderiam ser apontados nesse tópico, mas meu objetivo era apenas introduzir esse modelo de negócio que se tornou tão atraente.

Se você já tem um E-commerce e suas conversões não estão sendo satisfatórias, vou apresentar 7 situações que podem estar influenciando suas vendas. Espero te ajudar a corrigir possíveis erros.

 

7 Dicas do que NÂO FAZER

Talvez, esse seja um dos artigos mais interessantes que pude escrever até hoje, isso porque, muitos chegam até mim querendo dicas sobre esse assunto. Para isso, me contam sobre seus negócios e atitudes que tomam diariamente para resolver problemas. Noto que existem alguns equívocos que acabam passando despercebidos em uma rotina, mas que na visão geral podem estar sendo o fator de um erro constante.

 

dicas do que NÂO FAZER em um Ecommerce

 

Caso você já tenha um E-commerce ou está pensando em criar um, atente-se ao que vou falar abaixo:

  1. NÃO venda TUDO: Escolhi esse item como o primeiro, pois acredito que quem está começando agora, talvez, não tenha tanta experiência no mundo online. Sabemos que na internet é possível comprar e vender tudo. No entanto, se você está começando com seu primeiro E-commerce, você precisará ter foco. Quero dizer que é necessário escolher qual o nicho de mercado você vai atuar, pois para conquistar mais clientes é preciso ser referência na área. Do que irá adiantar você ter uma loja online que vende eletrônicos e suplementos? São públicos muito diferentes, que procuram atender vontades bem específicas. Então, defina isso!
  1. NÃO Faça pouco caso do cliente: O cliente é a pessoa mais importante de seu negócio, lembre-se sempre disso. Sem clientes não existem vendas, não existem conversões, não é necessário ter funcionários e muito menos produtos. Cada cliente é muito importante para a saúde de seu negócio e no momento que não tiver mais nenhum, o fracasso está próximo. Então, trate-os com o valor que eles merecem!
  1. NÃO Minta: As pessoas em si costumam repudiar mentiras e com seus clientes não é nenhum pouco diferente. Nunca minta para atrair um cliente ou fazer uma venda. Se você não irá cumprir o prazo, não prometa. Se não tem em estoque, não venda. Seja sempre claro com esse tipo de informações, deixando na mão do cliente a escolha final de aguardar mais dias na espera do produto ou da chegada dele a sua loja.
  1. NÃO pense só em vender: Muitas lojas tem um foco tão excessivo em vender que perdem os clientes justamente por isso. Não estou falando que vender seja errado, muito pelo contrario, todo comerciante tem as vendas como seu objetivo principal. No entanto, você já entrou em alguma loja física onde os vendedores ficam te cercando, te oferecendo inúmeros produtos, dando palpite em suas compras e você acabou até indo embora pela situação incômoda? Isso é muito chato e desconfortável. Na internet essas atitudes fazem com que as pessoas saiam de seu site, retirando o cadastro de sua lista de email e bloqueando seus anúncios. Fique ligado nesse tipo de atitude.
  1. NÃO esqueça o treinamento: Treinar os colaboradores que terão contato direto com seu público é fundamental para manter um relacionamento sadio e duradouro. Nada adianta ter produtos de qualidade, preços competitivos, facilidades no pagamento, se quando o cliente quer falar para tirar alguma dúvida, ele não conseguir se comunicar de forma eficiente. Valorize e priorize o atendimento ao cliente, te garanto que irá valer a pena!
  1. NÃO copie seu concorrente: Ter uma concorrência saudável e competitiva é excelente para a saúde de seu E-commerce. No entanto, evite copiar atitudes de seus concorrentes diretos. Minha dica é que você sempre fique de olho nas táticas e estratégias usadas por eles para entender a tendência de mercado. No entanto, procure se destacar indo sempre além deles.

 

dicas do que NÂO FAZER em um Ecommerce.

 

  1. NÃO burle os impostos: Para finalizar, não poderia deixar de tocar nesse assunto. Os meios digitais possuem regras, tributações e impostos iguais às lojas físicas. Apesar das fiscalizações serem mais brandas, elas também ocorrem, então, não se prejudique por conta de um deslize. Faça a emissão de nota fiscal, tenha um CNPJ, declare seu importo de renda e siga a risca todas as exigências de um comércio eletrônico, assim você não será pego de surpresa!

Pronto, agora que você já tem bem claro as dicas e atitudes que você não deve ter em um E-commerce, não tem mais desculpa para errar, não é mesmo? Corrija os possíveis erros e aplique tudo que te falei!

Boas vendas e até a próxima!

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

PARTICIPE DA PRÓXIMA TURMA DO CURSO MAIS COMPLETO SOBRE GOOGLE ADWORDS

Treinamento estratégico de tráfego e conversão

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Conteúdo Exclusivo
do Instagram