ESTRATÉGIAS AVANÇADAS

Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)
Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)

O que mudou na nova regra de monetização do Youtube?

O Youtube vem crescendo dia após dia, mas não só como plataforma de conteúdo audiovisual.

É que o canal de vídeos mais acessado do mundo também é uma excelente plataforma para negócios.

Você já deve ter percebido que cada vez mais, negócios vem investindo na comunicação com seu público alvo por meio dos vídeos. Além de haver muitos canais que monetizam seus conteúdos, cedendo espaço para que anúncios publicitários sejam veiculados.

Hoje, é muito fácil citar, pelo menos, uma dezena de canais que faturam alto, trabalhando com vídeos no Youtube.

Os famosos Youtubers não nos deixa mentir e o crescente interesse por esse modelo de negócio, também não.

Conseguir faturar milhares e até milhões de reais na plataforma nunca foi tão simples, como costumam contar por aí. Só que na última semana, as coisas ficaram um pouco mais complexas.

É que o Youtube anunciou uma mudança nas regras de monetização de seus conteúdos. Já podemos adiantar que não foi algo tão bem recebido por todos.

Enfim! Essa mudança vem repercutindo muito, e por saber da importância dela dentro do mercado digital, que resolvemos criar esse conteúdo para você.

Aqui, no Mestre do Adwords, você vai saber o que mudou na nova regra de monetização do Youtube.

E, claro, a partir dessa informação, saberá como agir para não deixar que ela te impacte negativamente.

Vem com a gente!

 

regras-de-monetizacao-do-youtube

 

Nova Regra de Monetização do Youtube

É claro que o Youtube não faria uma mudança em um dos sistemas mais lucrativos de seu negócio, só para prejudicar os produtores de conteúdo.

Então, se você está com raiva do que foi apresentado, esqueça um pouco e abra sua mente para entender melhor tudo o que está acontecendo.

Bem, é óbvio que o Youtube sabe que muita gente utiliza sua plataforma para gerar faturamento e, claro, ganhar dinheiro diretamente.

Só que desde o início, a plataforma apresenta regras e uma das mais importantes dela não estava sendo cumprida por muitos canais.

A regra infringida constantemente é a que proíbe que você reposte conteúdos, sejam seus ou de outros produtores, inclusive sem autorização, incansavelmente só para continuar ganhando dinheiro, via monetização, com o mesmo tema.

Se você leu as políticas e regras do Youtube, essa informação não é uma novidade, certo? Essa regra está dentro do Youtube Partner Program desde 2007.

Mais uma vez, esse foi só o gatilho para que a plataforma apresentasse a regra nova de monetização.

Certamente, você já deve ter ouvido:

  • “Nossa, um canal do Youtube superfamoso, com faturamento alto, foi encerrado, sem explicações, do dia para a noite”.

Não! Muito provavelmente, esse canal infringiu essa regra ou outra tão importante quanto, presente nas políticas do site.

A ideia do Youtube com a nova regra é a mesma que o Google utiliza sempre. Melhorar a experiência do usuário, aumentar a qualidade, independentemente do nível já apresentado.

A novidade vai garantir, especialmente, que casos de plágio sejam diminuídos ao máximo e conteúdos que firam o usuário de alguma forma não sejam mais presentes.

A mudança também equalizará de forma justa as chances de faturamento de novos produtores de conteúdo da plataforma.

Nesse momento, você deve estar querendo saber o que realmente mudou. Certo?

A gente lhe explica a seguir.

 

nova-regra-de-monetização-do-Youtube

 

Afinal, o que mudou na nova regra de monetização do Youtube?

Realmente, as mudanças aplicadas com essa nova regra não são detalhes meramente ilustrativos.

A notícia mais impactante é que agora, somente os canais com mais de 10 mil visualizações poderão ser monetizados.

É isso mesmo. Se o seu canal não tiver, pelo menos, 10 mil visualizações, você não poderá monetizá-lo.

É claro que há uma explicação plausível para essa medida. É que canais muito novos, podem não ser confiáveis, ou melhor, não possuem conteúdos e interações o suficiente para que a plataforma avalie a sua relevância e de seus conteúdos, perante o público alvo.

E tem mais! Um canal recentemente criado dificulta que o Youtube verifique se ele está cumprindo todas as regras de sua política.

Obviamente, você sabe que canais que não seguem as diretrizes, não podem veicular anúncios.

Segundo a plataforma, esse limite foi estipulado considerando não prejudicar os novos criadores de conteúdo.

Além dessa mudança. Ao atingir as 10 mil visualizações, a plataforma ainda fará uma verificação para saber se o seu canal está qualificado para a monetização.

Nessa verificação o principal foco será revisar os conteúdos, no intuito de entender como você agiu, se seguiu e segue as regras do Youtube Partner Program.

Se ficar confirmado que está tudo dentro do esperado, seu canal é autorizado a fazer a monetização.

Se você tem um canal, que já monetizava, mas ainda não tem os 10 mil views, os anúncios não serão mais veiculados nos seus conteúdos.

 

monetização-do-Youtube

 

E antes que você desista de tudo. Calma! A regra das dez mil visualizações não é para um único conteúdo, mas sim somando todas as visualizações dos conteúdos que disponibilizou na plataforma, no canal.

A iniciativa da empresa é para que sejam disponibilizados cada vez mais conteúdos inéditos e, sobretudo, originais. Coibindo a prática de veicular conteúdos de terceiros para gerar receita.

Além disso, o Youtube está trabalhando firme para que haja uma diminuição da veiculação de conteúdos agressores, que ferem minorias ou um grupo específico de pessoas dentro de uma sociedade.

Essa última medida é uma ação diante de outra parte dessa corrente, as empresas que anunciam na plataforma.

É que cada vez mais, elas vêm exigindo que o Youtube bloqueie esse tipo de conteúdo, sob o protesto de que não querem ser vinculadas à conteúdos extremistas, racistas, preconceituosos.

As novas regras já foram aplicadas na plataforma e, segundo informações oficiais, já estão em pleno funcionamento desde o dia 6 de abril de 2017.

Os canais que já geraram receita até a data, mesmo que não tenham os pré-requisitos para continuar monetizando, terão o faturamento mantido.

 

É isso! Esperamos ter lhe ajudado a entender o que mudou na nova regra de monetização do Youtube.

Ficou com alguma dúvida? Então deixe sua pergunta no espaço para comentários abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

DESCUBRA OS SEGREDOS DO ADWORDS

Cadastre-se para receber novos conteúdos do meu Blog!

Mestre do Adwords © Todos os Direitos Reservados - 2015 | Desenvolvido por  Blueberry - Soluções Digitais

VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog
VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog