ESTRATÉGIAS AVANÇADAS

Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)
Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)

Entenda mais sobre a segmentação contextual

A criação de um anúncio atraente é composto de diversos aspectos diferentes como a escolha das palavras-chave certas, do tipo de campanha, do orçamento que será utilizado, entre outras coisas e tudo isso junto irá compor os resultados mais qualificados para a sua campanha.

Só que você sabia que existe um método muito interessante e eficiente para conseguir obter resultados mais expressivos e atraentes na exibição de seus anúncios na web? Principalmente, na rede de display do Google?

Então, a gente te pergunta, você já ouviu falar sobre a segmentação contextual?

Se a resposta for não, você veio ao lugar certo, pois está perdendo as chances de decolar suas campanhas do Google Adwords obtendo métricas surpreendentes.

Como o blog do Mestre do Adwords sente-se na obrigação de manter o seu leitor sempre bem informado e descobrindo que há um desconhecimento sobre a segmentação contextual de anúncios, preparamos o melhor conteúdo da internet sobre esse assunto.

Esperamos que você preste muita atenção em tudo que iremos contar por aqui hoje, para que você consiga implementar em suas campanhas o mais rápido possível, beleza?

Então, vamos lá!

 

Entenda mais sobre a segmentação contextual,

 

O que é a segmentação contextual?

Você já deve saber que diferente da rede de pesquisa do Google que acaba imprimindo o seu anúncios com a relevância de interesse de pesquisa do usuário, a rede de display irá selecionar seu anúncio para aparecer em produtos parceiros, como blogs, sites, canais do Youtube e demais locais que aderem à publicidade que a empresa oferece.

Então, a segmentação contextual nada mais é do que a escolha de termos, palavras-chave ou tópicos que irão fazer a correspondência entre o seu anúncio e o local que ele será exibido.

Por exemplo, se você trabalha vendendo produtos naturais, poderá escolher sites e blogs que incentivam a alimentação saudável, o uso de medicamentos naturais e itens de vida saudável. Com essa atitude, você estará praticando a segmentação contextual.

O ponto positivo de sua utilização é que você encontra um público alvo altamente qualificado e que tem reais interesses sobre o tema abordado, então suas chances de conversão são aumentadas de forma bastante significativa.

Você, provavelmente, achou bastante interessante esse tipo de segmentação e deve estar querendo começar a aplicar, não é mesmo?

Então, vem que a gente te ensina por onde começar e o passo a passo da execução!

 

Entenda mais sobre a segmentação contextual

 

1º – Escolhendo as palavras-chave e tópicos

No Google Adwords, uma das formas mais importantes de segmentar é com o uso das palavras-chave, pois é o mecanismo de leitura do motor de busca, logo o primeiro passo é fazer a escolha de quais termos de busca você irá desejar utilizar.

Existe uma diferença importante entre as palavras-chave e o tópico. O tópico seria o tema sempre do local da exibição, como se fosse a categoria pela qual o seu anúncio seria exibido. Já a palavra-chave é o que já conhecemos, o termo exato de grafia.

A segmentação contextual só conseguirá ser feita em sites que fazem parte do programa de publicidade do Google, então você terá que trabalhar com opções reduzidas, ou seja, apenas campanhas para rede de display.

Com isso, sobram algumas opções de uso:

  1. Visita na empresa;
  2. Visualização do anúncio;
  3. Chamada para a empresa;
  4. Visita em seu site;
  5. Ação em seu site;
  6. Compras no site

Haverá a necessidade também de escolher o tipo de campanha que deseja trabalhar, lembrando que deverá ser uma campanha apenas para rede de display. Com isso, você terá opções como:

  • Remarketing apenas para rede de display;
  • Todos os recursos com exibição em rede de display;
  • Rede de pesquisa com a exibição em display;
  • Rede de pesquisa com a exibição em rede de display.

Fazendo essa seleção, você estará indicando ao Google o local exato que deseja que seu anúncio seja exibido, afinal você estará segmentando por interesse.

Essa é uma estratégia bem bacana de ser utilizada, principalmente, se você deseja criar uma lista de leads quentes, afinal quem verá seu anúncio terá muito interesse no assunto.

O clique do anúncio costuma ser muito mais qualificado, notando-se uma diminuição bastante considerável nos cliques inválidos, já que o ambiente em que o usuário se encontra mostra muito sobre o seu interesse.

 

Funcionamento da análise de página

Sabendo como fazer a segmentação contextual, você pode estar se perguntando como o Google classifica os sites e os tornam aptos para a exibição de determinados tipos de anúncios, não é mesmo?

Bom, da mesma forma que você analisa dados, informações e métricas do lado de cá, o Google analisa do lado de lá. O que ele levará em consideração sempre será a URL e o site como um todo. Alguns pontos merecem destaque especial:

  1. Analise do texto: O Google irá analisar o tipo de texto exibido, qual tipo de assunto que aborda, qual o tema, palavras-chave que utiliza;
  2. Análise de idioma: Analisará o idioma utilizado pelo site para ter a certeza de estar autorizando a exibição de anúncio na língua materna, tanto que, sites que tem 2 tipos de idioma diferentes tem exibição de anúncios distintas;
  3. Link: O link também é analisado para saber qual assunto aborda e o uso da palavra-chave relacionada;
  4. Página de exibição: A página é analisada de maneira geral.

Com base em todas as análises e as informações que são colhidas, o Google determina a categoria do site e, com isso, libera a veiculação de determinados tipos de anúncios.

 

Entenda mais sobre a segmentação contextual;

 

Como ocorre a seleção do anúncio para exibição?

Quando a palavra-chave ou o tópico selecionado bate com as características correspondentes ao local de exibição, o seu anúncio é exibido.

Então, quando seu anúncio é exibido por seleção de palavra-chave, o local de exibição faz o trabalho com os mesmos termos utilizados em seu anúncio, porém uma série de fatores ainda podem ajudar na composição, como o local e o idioma de destino.

Há também 2 tipos de correspondência:

  1. A estendida: Que é quando o usuário acessou informações recentes sobre esse assunto, então ela passa a ser exibida pelo interesse.
  2. O contexto: Esse é quando o anúncio passa a ser exibido pelo canal fazer uso de palavras-chave relacionadas e que fazem relação direta com seu anúncio.

Por tópico, acontece exatamente da mesma forma, porém um pouco mais simples. Se seu anúncio estiver abordando o tema da beleza, certamente não será exibido em locais que abordam assuntos de carros, pois não está relacionado com o mesmo perfil de conteúdo.

 

Parece muito complexo de entender, mas na prática o que acontece é que seu anúncio só será exibido em um local do qual faça relação direta com seu público alvo, buscando sempre entregar uma excelente experiência, entende?

Há ainda a opção de bloquear a exibição de anúncios em locais dos quais o assunto até faz relação com seu anúncio, porém não apresentam, conversões significativas. Isso fará com que você não desperdice orçamento em locais dos quais não gerem conversões.

Alguma dúvida sobre esse assunto?

Estamos aqui para esclarecer qualquer informação ou ponto que não tenha ficado claro. Pode deixar seu comentário no espaço abaixo que iremos retornar o mais breve possível.

Obrigado pela visita, esperamos te ver sempre por aqui.

Muito sucesso!

 

 

DESCUBRA OS SEGREDOS DO ADWORDS

Cadastre-se para receber novos conteúdos do meu Blog!

Mestre do Adwords © Todos os Direitos Reservados - 2015 | Desenvolvido por  Blueberry - Soluções Digitais

VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog
VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog