ESTRATÉGIAS AVANÇADAS

Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)
Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)

Como Usar o Teste de Divisão do Facebook Ads? [Dicas Práticas]

O Teste de Divisão do Facebook Ads é um dos mais novos recursos da plataforma e tem deixado muitos anunciantes entusiasmados.

Por outro lado, o Teste A/B nativo da plataforma de anúncios digitais está causando dúvidas, já que um de seus diferenciais está, justamente, nas vaiáveis à serem testadas.

Se nós lhe perguntássemos, nesse momento, quais alterações podem ser feitas nos testes, você saberia responder?

Bem, se você leu nosso artigo sobre o que é e como funciona o Teste de Divisão do Facebook Ads, muito provavelmente, você tem a resposta correta.

O que talvez, você ainda não saiba, é como usar esse recurso adequadamente em seus anúncios.

E é, por isso, que estamos aqui hoje. Nesse conteúdo lhe daremos dicas práticas e informações relevantes sobre o assunto, cumprindo a promessa que fizemos há poucos dias no final do artigo que explicamos o funcionamento do Teste de Divisão.

Aproveite!

 

Como Usar o Teste de Divisão do Facebook Ads

 

Restrições do Teste de Divisão do Facebook Ads

Antes de irmos diretamente às dicas práticas, é importante lhe entregar a informação as restrições presentes no teste de divisão do Facebook Ads.

Isso porque, nesse aspecto, ele é bem diferente dos Testes A/B tradicionais.

Inclusive, esse é um dos pontos que mais está gerando dúvidas nos anunciantes da plataforma.

Como você já deve saber, nos testes tradicionais você pode usar duas ou mais versões de um anúncio, modificando cor, foto, texto, título e outras coisas.

Por exemplo:

  • Na versão A do anúncio do seu produto X, você coloca a foto oficial de divulgação, mostrando somente a embalagem.
  • Na versão B, você coloca a foto de uma pessoa utilizando o produto.

Claro, é necessário aplicar a modificação em um elemento por vez, pois caso contrário os dados extraídos ficarão comprometidos.

O diferencial está justamente nesse ponto. O Teste de Divisão do Facebook Ads não permite que você faça mudanças nesse itens.

Nada que mexa com a parte “criativa” do seu anúncio poderá ser modificada para o teste.

E agora? Qual a vantagem, então?

Essa deve ser algumas das perguntas que devem estar em sua mente. Juntamente com a que vamos lhe responder no próximo tópico.

Quais itens podem ser modificados nos anúncios dentro do Teste de Divisão?

 

Teste de Divisão do Facebook Ads

 

O teste de divisão do Facebook Ads tem se destacado bastante dos outros mais comuns por conta desse diferencial.

Você não pode variar as versões do teste modificando fotos, texto, título e etc., mas pode aplicar o teste variando público, otimização, dispositivo e canal de veiculação.

Se você não está entendendo muito bem como isso tudo funciona, a gente explica:

  • Público Alvo: Quando você escolhe essa opção, basicamente, estará diferenciando o perfil do alvo do anúncio.

Isso quer dizer:

Não há duas versões do anúncio, e sim dois perfis de público alvo que serão expostos ao anúncio.

Dentro dessa opção ainda há a possibilidade de você direcionar o anúncio à um novo público ou aos públicos salvos.

  • Otimização da Veiculação: Nessa opção do teste, você cria anúncios que se diferenciam pelo tipo da otimização.

Na prática, funciona mais ou menos assim:

Dentro de uma campanha que o objetivo é a captação de leads, por exemplo, você pode ter dois tipos de anúncios ou conjunto de anúncios, como é chamado no Teste de Divisão do Ads.

Vamos supor que a primeira versão seja voltada à clicar no link e a outra seja para que o usuário preencha um formulário.

Optando pelo teste de otimização, o Facebook exibe cada versão a partir de uma análise de propensão de conversão do público, de acordo com parâmetros de comportamento do usuário.

Nesse modelo é importante ficar atento, pois o tipo de cobrança pode variar dependendo da opção de otimização escolhida.

  • Dispositivo e Canal de Veiculação: Aqui você pode escolher dispositivos e locais de veiculação diferentes para um mesmo anúncio.

A exemplo do Teste de público alvo, esse também não utiliza duas versões de anúncios, apenas modifica os dispositivos e os locais onde eles serão exibidos.

Então, é possível, por exemplo, rodar um mesmo anúncio e descobrir se ele tem melhor desempenho na coluna direita da Rede Social, nos vídeos nativos da plataforma, no feed, no Stories, ou ainda nas opções do Instagram, no Android, no iOS ou Desktop e etc.

Você também pode escolher que um posicionamento editado possa concorrer com um automático, para entender quais são os lugares com maior probabilidade de melhor performance.

Dicas práticas para utilizar o teste de divisão do Facebook Ads nos seus anúncios

 

Usar-o-Teste-de-Divisão-do-Facebook-Ads

 

Agora que você conhece mais de perto todo o funcionamento e as possibilidades de itens à serem testados na plataforma, vamos lhe entregar algumas dicas que podem lhe ajudar a ter dados interessantes e melhores resultados.

Antes de começar a realizar seus testes, é importante que você saiba que também não é permitido testar dois tipos de itens de uma só vez. Por exemplo, escolher testar o público alvo e o canal de veiculação.

Você pode rodar até três versões de anúncios diferentes dentro de uma categoria de testes. Por exemplo: Versão A, B e C para otimização.

Não se esqueça de que toda vez que for utilizar uma variação do teste, a configuração dos campos das outras devem ser editadas manualmente por você.

  1. Encontrando o público certo: Se você trabalha com produtos variados, está em um nicho novo, ou se encontra em uma situação que o público não está muito bem definido, essa é uma excelente opção de teste para o seu caso.

Por exemplo:

  • Imagine que você tem uma loja online de suplementos e o lançamento do mês é um produto para ganho de massa muscular.
  • A campanha que você vai criar é focada em vendas. Por isso, irá escolher o objetivo de conversões na página.

Sua mente automaticamente vai pensar que o público ideal dessa campanha são homens e mulheres de 25 à 34 anos, frequentadores de academia ou praticantes de esportes de elite, como fisiculturismo.

Só que como já falamos, você não deve aplicar sua energia e seu dinheiro e “achismos” é preciso, no mínimo, validar a hipótese.

  • Nesse caso, escolha a variável de público alvo.
  • Você pode criar a Versão A para o público da sua hipótese e a versão B diferenciando, por exemplo, a idade ou a localização. (Lembre-se da regra de não diferenciar demais os itens).

Ao final de alguns dias de exibição do anúncio, você terá dados concretos de qual público é o correto para a sua campanha, com base em conversões, em interações, visualizações e etc.

  1. Gastando menos e convertendo mais: Esse é um dos objetivos mais buscados pelos anunciantes. Se você quer descobrir qual é o método ideal para o seu negócio, utilize o teste por otimizações de veiculação.

Por exemplo:

  • Vamos supor que você tenha um blog e o objetivo é atrai tráfego qualificado.
  • Na sua campanha, você pode optar pelo teste de otimização de veiculação, utilizando a versão A para gerar cliques e a versão B para gerar impressões.

Nesse caso, tanto o público quanto o dispositivo e canais de exibição precisam ser iguais, já que o objetivo é descobrir qual traz mais “conversões” ou seja, tráfego qualificado, com menor custo.

Depois de algum período seguro de testes, parte da sua resposta estará em qual versão de otimização trouxe mais visitas.

O restante e, muito provavelmente, a parte mais importante estará no custo da campanha compatibilizado com os resultados.

Atenção: Como já dissemos, nessa situação, os métodos de cobrança são diferenciados.

De acordo com o exemplo, a sua versão A seria cobrada via CPC (Custo por Clique), já a versão B por CPM (Custo por Mil).

Por isso, analise muito bem a situação, compatibilizando os dados adequadamente.

  1. Encontrando o melhor canal e dispositivo: Esse último exemplo também caberia perfeitamente dentro de um teste com a variável de locais e dispositivos, chamado no Ads de

A única mudança é que você passaria a avaliar os melhores resultados com base no local onde seu anúncio é veiculado, variando entre dispositivos e/ou plataformas.

É isso! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente relevante par você.

Dúvidas? Mande-as para nós!

Forte Abraço.

DESCUBRA OS SEGREDOS DO ADWORDS

Cadastre-se para receber novos conteúdos do meu Blog!

Mestre do Adwords © Todos os Direitos Reservados - 2015 | Desenvolvido por  Blueberry - Soluções Digitais

VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog
VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog