ESTRATÉGIAS AVANÇADAS

Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)
Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas de Google Adwords (GRÁTIS)

5 Tipos de Tráfego – Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social

Tráfego é um tema bastante interessante, isso porque quem trabalha técnicas em marketing digital, sempre está o buscando como objetivo.

Atração de tráfego é um dos principais pontos de partida par obter resultados expressivos em campanhas, em seu canal do Youtube, site, blog, entre outros.

Se você não sabe, nós podemos definir como tráfego, basicamente os usuários. Ok?

Agora, nós te perguntamos:

  • Você sabia que existem pelo menos 5 tipos de tráfego?

Muita gente só fala em tráfego pago ou orgânico, mas existem outros tipos, apesar, de pouco divulgado e falado por aí.

Nós, aqui do Mestre do Adwords, sabemos o quanto é importante conhece-los e, por isso, nós criamos esse conteúdo.

Queremos te mostrar cada um deles, afinal, é imprescindível que você tenha uma maior clareza sobre o assunto e os domine para que aplique em seus projetos, intensificando-os e explorando os recursos e, assim, consequentemente atinja melhores resultados na internet.

Vamos juntos nessa?

 

 

#1 – Tráfego Orgânico

O primeiro tipo que iremos apresentar é o mais clássico, o tráfego orgânico. Muitas pessoas focam em atraí-lo, principalmente, quem trabalha com técnicas de SEO e conteúdo de relevância.

Basicamente, a técnica consiste em gerar conteúdos de interesse, trabalhando com estratégias para ranqueamento nos buscadores, fazendo com que usuários te encontrem à partir deles.

O investimento tem um formato simples, que é em conteúdo e relacionamento com a sua audiência, onde você começa a construir uma conexão com o seu público alvo, uma espécie de troca relevante.

Claro, como dissemos anteriormente, o conteúdo precisa ser otimizado para que ele tenha um bom ranqueamento, ou seja, apareça em boas posições nos resultados de buscas dos usuários.

O Tráfego Orgânico é extremamente qualificado, isso porque a pessoa que está procurando sobre o assunto, está em busca de algo ao qual a resposta está no seu tipo de conteúdo.

Então, podemos concluir que esse usuário está sim procurando por você, pelo seu tipo de negócio. E no momento em que ela tem contato com seu material, há mais chances de que ela torne-se mais engajado com a sua marca, do que outros usuários provindos de tipos de tráfego diferentes.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social

 

#2 – Tráfego Pago

Se você nos acompanha há um tempo, já deve conhecer esse tipo de tráfego, afinal, é um dos que mais falamos em nossos conteúdos, tanto aqui no blog, quanto no canal do Youtube.

Sim, tráfego pago é aquele que atraímos, principalmente, por campanhas de links patrocinados, seja Google Adwords, Anúncios no Youtube, Facebook Ads, Bing Ads, Taboola, Linkedin Ads, Mercado Ads, Uol Clicks e muito mais.

Então, toda forma de promoção que você precisa pagar para atingir um volume de usuários, trata-se de tráfego pago.

Você deve estar se perguntando:

  • “Atrair tráfego pago dá resultado?”.

Obviamente que sim! Até entregando uma expressividade de retorno mais rápido.

A grande sacada é utilizar o tráfego orgânico aliado ao tráfego pago. Isso lhe trará, realmente, excelentes resultados. Afinal você consegue traquear pelo remarketing, aparecer em outros sites, exibir seus anúncios de maneira mais segmentada, enquanto também ajuda o usuário com informações relevantes sobre assuntos que tenham ligação com o seu negócio.

Os anúncios são muito interessantes para atrair tráfego pago que tenha interesse em consumir algo, um produto, um serviço, ou até mesmo conteúdo de determinado assunto.

Quando você utiliza esse tipo de técnica, você paga para ter posições privilegiadas, o que garante que você tenha retornos mais rápidos, apesar, de menos duradouro.

A qualidade desses usuários captados pode ser baixa em alguns casos, mas isso acontece porque a campanha não está muito bem segmentada. Isso quer dizer, não está sendo exibida para o público alvo correto.

Por exemplo:

  • Imaginemos que você entrou no Facebook para ver fotos e interagir com seus amigos.
  • Durante a navegação, você acaba visualizando alguns anúncios, mas nenhum deles te chamam atenção, afinal, não ofertam nada de seu interesse, nada que você goste.

Percebe que nesse caso não houve captação? Mas ainda pode acontecer de alguém clicar no anúncio por curiosidade ou por equívoco e assim consequentemente você terá captado um tráfego ruim, ou seja, que não tem interesse pelo seu negócio.

Por isso que se você quer ter bons resultados com esse tipo de tráfego, será muito importante estudar profundamente os tipos de segmentação e como utilizá-los de forma adequada.

#3 – Tráfego Direto

Apesar de muita gente não falar sobre esse tipo de tráfego, ele é muito interessante.

O usuário que compõe esse grupo é aquele que entra no seu site direto, que já o conhece de alguma forma, então digita o endereço sem influências de conteúdo orgânico ou anúncios pagos, por exemplo.

Esse interesse do usuário parte por conta da força da sua marca, de um projeto ou até mesmo pelo seu nome e a importância que ele tem em uma área específica.

Claro, para que isso aconteça o alvo precisará ter conhecimento sobre o seu negócio e geralmente todo o mérito dessa ação vai para o trabalho de branding forte.

Basicamente, para atrair esse tipo de tráfego você trabalha em estratégias para firmar sua marca no mercado ou tornar seu projeto conhecido. O branding não precisa necessariamente ser feito através das ferramentas do marketing digital, ele pode estar fortalecido na mídia off-line, por exemplo, através de outdoor ou uma palestra que você deu sobre um assunto interessante do universo em que seu negócio está inserido, enfim…

Os usuários que fazem parte do tráfego direto é bastante qualificado para conversão em vendas, uma vez que ele já conhece o seu projeto, a sua marca e, provavelmente, se interessam e confiam.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social..

 

#4 – Tráfego de Referência

Também menos conhecido, mas muito poderoso, o tráfego de referência é aquele grupo de usuários que chegam até você a partir de uma espécie de indicação.

Essa indicação pode ser feita a partir de um site que ele já consome ou de uma pessoa que ele tem como referência.

Na prática, isso funciona de maneira simples. Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha um negócio sobre perfumes.
  • Em algum momento, um site que fala sobre o assunto acaba te indicando pelas suas ofertas e publica algo que direciona o tráfego dele ao seu negócio.

Essa estratégia é muito interessante, pois não traz apenas tráfego, mas sim visibilidade e autoridade para sua marca.

Para obter esse tipo de tráfego você pode construir uma parceria com sites, blogs, canais do Youtube e tudo mais, que tratem de assuntos que tenham ligação com o seu negócio.

Outra ótima sacada também é trabalhar isso em palestras, onde você acaba citando o projeto de uma pessoa, ou seja, gerando um tráfego de referência a uma determinada marca.

Óbvio, é preciso ter cuidado com isso, afinal, quando se indica algo à alguém, você está colocando o nome do seu negócio em meio a essa “transação”.

Voltando ao mundo digital, quando você recebe muito tráfego de referência de outros blogs, sites e canais, o seu posicionamento nos buscadores também acaba sendo atingido positivamente.

Isso porque, o Google, por exemplo, entende que, se você está sendo indicado por um bom volume de pessoas diferentes, significa que o que você oferece tem relevância, melhorando sua visibilidade e alcance por meio do ranking e, consequentemente, sua marca atrairá mais tráfego orgânico.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social,

 

#5 – Tráfego Social

Esse tipo de tráfego é muito explorado, mas pouco abordado pelos profissionais. O tráfego social é aquele provindo das redes sociais.

Então, se você utiliza Facebook, Youtube, Twitter, Instagram e qualquer outra plataforma desse segmento, e atrai esses usuários para o seu site, você está fazendo a captação de tráfego social.

Muita gente trabalha estratégias nas redes sociais, afinal, temos uma massiva presença de potenciais consumidores nessas plataformas. A questão é que nem sempre é fácil captá-los, pois por se tratar justamente de uma plataforma mais voltada ao entretenimento, alguns tipos de negócios não conseguem gerar conteúdos tão atraentes nesse aspecto.

Por exemplo, é muito mais fácil conseguir engajamento em um conteúdo de humor do que um treinamento de produtividade. Certo?

Apesar disso, não é impossível obter resultados surpreendentes, independente do seu nicho, basta que você gerencie muito bem suas redes sociais e trabalhe focado em seu alvo.

O tráfego social tem extrema importância para o seu negócio, afinal, quem é que, atualmente, não tem, ao menos, um perfil na rede social?

Estar nas redes sociais é muito interessante, principalmente, se você quer espalhar seu conteúdo, quer posicionar a sua marca, atrair mais clientes, pessoas interessadas…

Porque quem está na rede social seguindo a sua marca, engajada nos conteúdos, está realmente interessada no que você oferece.

 

Então é isso! Esperamos que você tenha curtido conhecer os 5 tipos de tráfego. Ficou alguma dúvida? Venha falar com a gente.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

 

 

 

 

 

 

DESCUBRA OS SEGREDOS DO ADWORDS

Cadastre-se para receber novos conteúdos do meu Blog!

Mestre do Adwords © Todos os Direitos Reservados - 2015 | Desenvolvido por  Blueberry - Soluções Digitais

VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog
VOCÊ GOSTARIA DE REDUZIR EM ATÉ 70% SEUS CUSTOS NO GOOGLE ADWORDS
Preencha seus dados abaixo:
MUITO OBRIGADO!
Seu e-mail está sendo enviado, nós lhe enviaremos o link do ebook em poucos minutos.
Voltar ao blog